Novo Blog

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

A felicidade é o CAMINHO...


A felicidade é o caminho!
Por muito tempo, pensei que a minha vida fosse se tornar uma vida de verdade. Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver:
Um trabalho não terminado, uma conta a ser paga...Aí sim, a vida de verdade começaria.
Por fim, cheguei à conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade.
Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho paraa felicidade. A felicidade é o caminho.
Assim, aproveite todos os momentos que você tem.E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhar.
Especial o suficiente para passar seu tempo.
E lembre-se que o tempo não espera ninguém.
Portanto, pare de esperar até que você termine a faculdade;
até que você volte para faculdade;
até que você perca 5 quilos;
até que você ganhe 5 quilos;
até que você tenha tido filhos;
até que seus filhos tenham saído de casa;
até que você se case;
até que você se divorcie;
até sexta à noite;
até segunda de manhã;
até que você tenha comprado um carro ou uma casa nova;
até que seu carro ou sua casa tenham sido pagos;
até o próximo verão, outono, inverno;
até que você esteja aposentado;
até que a sua música toque;
até que você tenha terminado seu drinque;
até que você esteja sóbrio de novo;
até que você morra...E decida que não há hora melhor para ser feliz do que agora mesmo!Lembre-se:FELICIDADE É UMA VIAGEM, NAO UM DESTINO"

Essa linda reflexao foi enviada por uma pessoa muito querida desde a epoca que eu ainda possuia orkut: CAROL RODRIGUES DE Joao Pessoa e que aniversariou ontem.. Parabéns atrasado pra vc espero que entenda minha correria louca, mas saiba que tenho a maior vontade de conhece-la pessoalmente, porque suas reflexoes me ajudam muito quando estou passando algum momento dificil.. Deus te abencoe ontem, hoje e sempre. Fica com deus querida.

16 comentários:

Alexsandra disse...

Oi amiga perfeita!
Muitas vezes ficamos esperando a felicidade acontecer e adiando os momentos maravilhosos da vida!
Continue aproveitando todos os otimos momentos que DEUS está te proporcionando minha linda voçê merece!Beijos bem grandes mas bem grandes mesmo...

Rogério disse...

Dizer que admiro e gosto de você é

muito pouco

porque uma amizade como a nossa

merece muito mais.

Merecia ser infinita para que todos

pudessem entender

o que realmente ela representa na vida

de cada um de nós.

Não sei se declaro, homenageio ou agradeço.

Se eu fosse declarar, diria que sem você

em meu caminho

não haveria tantas coisas a contar.

Se fosse homenagear você, gostaria de lhe

oferecer o brilho das estrelas e

o calor do sol, e você ficaria muito mais

consciente desse meu gesto.

Mas prefiro agradecer, agradecer a Deus a

sua amizade,

dizer a ele, que foi o melhor presente, que recebi

em minha vida,

que você é realmente um ser iluminado que

consegue trazer ao mundo

um grande carisma e um grande companheirismo.

Você representa com nobreza a palavra AMIZADE.

Obrigada por fazer parte da minha vida.

ROGERIO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

Rogério disse...

Quando vc estiver triste..Eu vou te ajudar a planejar ma vingança contra o filho da puta que te deixou assim.
Quando vc me olhar com desespero..Eu vou enfiar o dedo na sua goela e te fazer por pra fora o que estiver te engasgando.
Quando vc sorrir..Eu vou saber que vc deu uns pega em alguém.
Quando vc estiver confusa..Eu vou explicar pra vc com palavras bem simples, pq eu sei o quanto vc é burra...(calma..ainda naum terminei...rsrsr)
Quando vc estiver doente..fique bem longe de mim até se curar. Eu não quero pegar o que quer que vc tenha.
Quando vc cair..Eu vou apontar pra vc e me mijar de tanto rir da sua cara...
E se vc me pergunta,“Pq?“
eu direi:
Pq eu te amo!!
E como diz nosso grande e velho Chuck Norris:
“UM AMIGO DE VERDADE NÃO É AQUELE QUE SEPARA UMA BRIGA E SIM AQUELE QUE CHEGA DANDO VOADORA“

Te adoru minha miguxa..vc ganhou um espaço no meu coração e não vai sair dele...

ROGERIO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

Rogério disse...

Durante toda minha vida, passaram pessoas por mim, dia após dia.
Mas somente algumas dessas pessoas, ficarão para sempre em minha memória.
Essas pessoas são ditas amigas, e as levarei para sempre em meu coração, as vezes pelo simples fato de terem cruzado minha vida, as vezes pelo simples fato de terem dito uma única palavra de conforto quando eu precisei.
As vezes por me ter dado um minuto de sua atenção, e me ouvido falar de minhas angústias, medos, vitórias, derrotas...
Às vezes por terem confiado em mim, e me contado também seus problemas, angústias, vitórias, derrotas...
Isso é ser amigo:
É ouvir, é confiar, é amar.
E amigos de verdade,ficam para sempre em nossos corações, assim como as pegadas na alma, que são indestrutíveis.


ROGERIO DE SÃO MIGUEL

Vânia Lira Natal/RN disse...

Oí lindona ,que bom que vc lembrou de mim ,fiquei muito feliz!
Você não sabe o quando te admiro,acho que o brilho do senhor está em vc ou melhor o SOL...
Gosto muito das suas músicas, eu também tenho algumas composições,quem sabe um dia vc possa cantar alguma das minhas canções!!!seria maravilho,de uma olhada na pagina www.palcomp3.com.br procure FORROZÂO BATUCADA ,as duas primeiras são minhas,ficarei muito feliz,bjim

Rogério disse...

Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ.Tε ∂мø ღ...

Rogério disse...

____VC SABIA
♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥
____QUE
♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥
____MORA AKI
♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥

----- *♥*♥*♥*
----- *♥*♥*♥*
----- *♥*♥*♥*
----- *♥*♥*♥*
---*♥*♥*♥*♥*♥*
----- *♥*♥*♥*
---------*♥*
---------*♥*

_00000___00000
0000000_0000000
000000000000000
_0000000000000
__00000000000
____0000000
______000
_______0

Rogério disse...

Conta à lenda que uma serpente começou a perseguir um vaga-lume.
Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensava em desistir.
Fugiu um dia e ela não desistia,
Dois dias depois e nada.
No terceiro dia, já sem forças,
O vaga-lume parou e disse a cobra:
Posso lhe fazer três perguntas?
Não costumo abrir esse procedente p/ ninguém,
Mas, já que vou te devorar mesmo, pode perguntar...
Pertenço a sua cadeia alimentar?
Não.
Te fiz algum mal?
Não.
Então?
Por que vc quer acabar comigo?
Por que ñ suporto ver vc brilhar !!!!!!!!!
Existe uma força do mal que quer apagar esse brilho em vc.
Mas nos somos, mas que vencedor.....
Em cristo Jesus.


ROGERIO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

Rogério disse...

Amigos verdadeiros, são para sempre porque...
não importa a distância,
no coração estarão sempre perto.
não importam as diferenças,
no coração sempre terão um ponto de acordo.
não importam as brigas,
no coração sempre haverá lugar para o perdão.
não importam circunstâncias,
sempre haverá um ombro para recostar,
mãos para ajudar,
olhos para enxergar e chorar de alegria e dor,
bocas para expressar as verdades e sorrir.
Amigos, verdadeiros são para sempre, porque
quando dois corações se unem, formando um só,
DEUS se manifesta ali, através do amor
e o amor é mais forte que a morte,
é benigno, paciente, tudo sofre, crê, supera.
não se ufana, nem se ensoberbece, apenas ...ama.
certamente, permanece. vc e muito especial carlinha carvalho

ROGERIO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

Rogério disse...

Esqueça teus erros e teus medos
Eu os deixei de lado
E cada passo em falso que tu deres
Eu cairei no teu lugar
Meu único prazer será te oferecer uma vida ideal
Sem dor e sem mal
Eu descobri quem eu sou
E se o mundo te for muito cruel
Eu estarei lá sempre contigo
Que todos teus amores sejam seguros
Teus amigos sinceros
Para ti um lugar onde o ódio é o único estranho
Eu farei um mundo onde tudo esteja bem
Tu nunca estará sozinho não te faltará nada
Eu gostaria de poder saber tudo
Pra te dar uma visão mais clara
Desse mistério que se chama vida -


TE AMOOOOOOOOO



ROGERIO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

lucas disse...

[b][i][purple]oi sol.... quero dizer que estás linda ... sou fan da banda... e encontra seu blog foi um presente pra mim ...parabens pelo sucesso ..acompanho seu trabalho desde da banda terrives com o parceiro roberto .. tenho varios videos da banda terriveis com vc no vocal .... que bom que o tempo só te fez bem!!!!! beijoss

Eleonore Batista disse...

O Poder de um Sorriso

Um sorriso não custa nada, mas cria muitas coisas. Dura só um momento, mas sua lembrança perdura pela vida a fora. Não se pode comprá-lo, mendigá-lo, pedi-lo emprestado ou roubá-lo. Não tem utilidade enquanto não é dado. E por isso se no seu caminho encontrares uma pessoa por demais cansado para lhe dar um sorriso, deixa-lhe o seu, pois ninguém precisa tanto de um sorriso quanto
aquele que não tem mais um a oferecer. Seu sorriso será tão precioso para esta pessoa
que no momento que ela receber ela sentirar a magia da felicidade incendiar o seu viver, e ela de gratidão lhe retornarar um belo e meigo sorriso. Por isso minha querida amiga, conserve este brilho
de alegria em seu rosto, pois mesmo que você não perceba através do seu sorriso, você transmite para
as pessoas que caminham ao seu lado forças, alegrias e coragem!


Sucesso minha querida...

Marcos disse...

Sooooool, como vc mesma dis ''a felicidade esta ao caminho'' certissima...
Te desejo a maior felicidade desse mundooo, que Deus te encha de paz e saúdee !!!

Te Amoooooooooooooo !!!

Marcos - Camaçari-BA

Rogério disse...

FELIZZZZZZZZZZZZZZZZZ
ANIVERIOOOOOOOOOOOOOO
LINDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
ESTOU COM MUITA SAUDADE DE TU VIU
ESPERO QUE CHEGUE LOGO DIA 29 DE SETEMBRO PRA NOS SE REENCONTRAR

TA LINDA ESPERO VC AQUIIIIIIII TE AMO

ROGERIO SÃO MIGUEL DOS CAMPOS - ALAGOAS

Carol Rodrigues disse...

Minha querida...
Me emocionando mais uma vez...vc está craque nisso,kkk...Eu que agradeço o teu reconhecimento,quero mesmo distante e online poder te ajudar de alguma forma,alegrando-te,fortalecendo-te...isso é que tbm me abastece.

MUITO OBRIGADA...se Deus permitir,vamos nos encontrar...

Te amo Sol...Felicidades repletas de paz!!!

Beijos

Carol Rodrigues
João Pessoa PB

sil e emerson disse...

A meu deus que coisas lindas.
solllllll.
Tε ∂мø ღ.estou esperando na espectativa de vcs aqui em mossoro mix...
so aguardado....
silvania augusta....

Sobre a Sol

Minha foto
Meu nome é felicidade! Obrigada meu Deus por tantas alegrias. Por isso que digo sempre: TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE. Vivo cada dia como se fosse o ultimo.

.: Acesse

Arquivos

Seguidores

.: Twitter

Wallpaper da Sol

.: MP3 da Sol

.: Contador de Visitas

Solange Almeida | Mais um Blog Portal Forrozão Alterações-Layout: Luis Carlos